Onde Ir

IMG-BLOG
8/julho/2019

Museus, Centro Histórico e Feira Central são opções de lazer

Postado por Imprensa | 8/julho/2019 | Onde Ir

Campina Grande tornou-se conhecida por realizar há mais de 30 anos o Maior São João do Mundo. Porém, a cidade tem vida própria além dos festejos juninos. São diversos museus, feiras, praças e monumentos históricos.Na entrada da cidade, pela BR-230, o turista tem à sua frente o Açude Velho, que foi importante fonte de abastecimento de água potável para a população no início do século XX e tornou-se um patrimônio histórico da cidade. Ao fazer uma caminhada pelo entorno do açude pode-se frequentar restaurantes, hotéis e quiosques.

Ainda no entorno do açude pode-se conhecer as estátuas dos músicos Jackson do Pandeiro, paraibano conhecido com Rei do Ritmo, e de Luiz Gonzaga, o Rei do Forró. Outro monumento famoso é o dos Pioneiros da Borborema e outro em homenagem ao Sesquicentenário da cidade. Sempre à frente do seu tempo, Campina Grande inaugurou o Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP) e o Museu Digital. No primeiro há o toque da genialidade do arquiteto Oscar Niemeyer, onde são realizadas exposições para homenagear artistas paraibanos e nordestinos. O Digital é todo interativo e conta a história da cidade através de recursos tecnológicos de última geração.

Na segunda metade do século XX, Campina Grande viveu o apogeu da produção e exportação de algodão. Para manter viva essa história foi criado do Museu do Algodão, instalado nas antigas dependências da estação ferroviária. No antigo galpão estão preservadas fotografias da época, equipamentos e maquinários utilizados na confecção do algodão. Em direção ao Centro Histórico vale a pena visitar a Catedral, a Feira Central e outros dois museus: Museus de Artes Assis Chateaubriand e o Histórico e  Geográfico de Campina Grande.

Por fim, não deixe de visitar o aconchegante Memorial do Maior São João do Mundo, instalado ao lado do museu do Algodão. No local é possível encontrar antigos cartazes alusivos a primeira edição do evento, ainda na década de 80, fotografias e até peças de roupas utilizadas pelas quadrilhas juninas de época.

Monumento em homenagem aos Pioneiros
Estátuas de Jackson do Pandeiro e Luiz Gonzaga
O recém inaugurado Museu Digital
Museu de Arte Popular da Paraíba
Antiga estação foi transformada no Museu do Algodão
Fachada do Museu Assis Chateaubriand
Banca de frutas na Feira Central
0Shares


Onde ir?
O que fazer?
Onde Ficar?