Agenda Cultural

IMG-BLOG
19/setembro/2019

6º Concerto Oficial da Temporada 2019 da Orquestra Sinfônica da Paraíba “Concerto para Saxofone Alto, Op. 119”

Postado por Marketing | 19/setembro/2019 | Agenda Cultural

O saxofonista paraibano Costinha participará do 6º Concerto Oficial da Temporada 2019 da Orquestra Sinfônica da Paraíba como solista, na execução do “Concerto para Saxofone Alto, Op. 119”, do compositor russo Aleksandr Glazunov. O concerto será nesta quinta-feira (19/09), às 20h30, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural, em João Pessoa, com regência do maestro Luiz Carlos Durier e entrada gratuita.

“Neste concerto teremos a participação de um instrumento bastante inusitado, que é o saxofone, que vai ser tocado por Heleno da Costa Filho, carinhosamente chamado pelo nome artístico de Costinha”, disse o maestro. “É uma obra muito importante para o repertório sinfônico, porque apresenta um instrumento tipicamente popular, dentro de uma linguagem para concerto sinfônico. O casamento é muito bonito, porque o timbre do saxofone combina muito bem com o timbre das cordas. E é um concerto para saxofone e orquestra de cordas”, destacou.

Esta apresentação da OSPB terá início com a execução da “Sinfonia n. 1 em Ré Maior, Op. 25 – Clássica”, de Sergei Prokofiev (1981-1953), com quatro movimentos (Allegro, Larghetto, Gavote – Non troppo allegro e Finalle – Molto vivace). Em seguida, será a vez da participação de Costinha no “Concerto para Saxofone Alto, Op. 119 (Allegro moderato, Andante sostenuto e Allegro)”, de Aleksandr Glazunov (1865-1936).

Após o intervalo, os músicos da OSPB vão mostrar ao público a obra “Clair de Lune (Orquestração: André Caplet), de Claude Debussy (1862-1918), e a “Suíte Tcheca, Op. 39 (Preludio – Pastorale, Polka, Minueto – Sousedská, Romance e Finale – Furiant)”, de Antonin Dvorak (1841-1904).

“Para este concerto nós escolhemos quatro obras de quatro compositores muito importantes: Sergei Prokofiev e Aleksandr Glazunov, ambos russos; um francês, Claude Debussy, e um tcheco, Antonin Dvorak. Esses quatro compositores escreveram essas quatro obras lindas, que fazem uma composição muito grande porque são obras virtuosísticas, para que a gente possa exaltar as qualidades técnicas e musicais da orquestra”, explicou Durier.

“Faremos uma sinfonia maravilhosa, que é a sinfonia clássica, de Prokofiev, que foi um trabalho que ele fez muito importante para a literatura musical e sinfônica”, continuou. “E o Claude Debussy é um presente para os ouvidos, que é uma comemoração e celebração ao claro da lua. Por último, encerraremos com uma suíte de Antonin Dvorak, mostrando as formas das danças do seu país. Estamos todos muito felizes por fazer esse concerto totalmente voltado para uma qualidade artística superior”, finalizou.

Concerto no Sertão – A cidade de Brejo do Cruz, no Sertão paraibano, será palco do próximo concerto da Orquestra Sinfônica da Paraíba. A apresentação será no dia 27 deste mês, como parte de projeto de audiovisual promovido pela Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc), com participação de dois solistas da orquestra, João Henrique Oliveira e Sabiano Araújo de Oliveira, e um guitarrista convidado, Alex Madureira. O concerto terá regência do maestro Luiz Carlos Durier.

O solista

Heleno Feitosa Costa Filho (Costinha) é mestre em Música e bacharel em Fagote e Saxofone pela Universidade Federal da Paraíba (2012, 1990 e 2001, respectivamente).

Começou os estudos musicais aos 10 anos de idade em sua cidade natal, Itaporanga, Sertão paraibano, integrando posteriormente a “Filarmônica Cônego Manoel Firmino” do Colégio Diocesano D. João da Mata. Foi convidado para atuar como artista e professor de fagote/saxofone em alguns dos mais importantes festivais de música do Brasil, tais como: Festival de Verão de Música de Brasília, Festival Eleazar de Carvalho (CE), Festival de Música Popular de Ibiapaba (CE), Festival de Jazz e Blues de Guaramiranga (CE), Semana da Música de Natal (UFRN) e Semana da Música de Petrolina (PE).

Também participou como solista e instrumentista de conjuntos de música de câmara e orquestras em concertos, shows e gravações de discos, ao lado de artistas renomados nacional e internacionalmente, tanto na área da música erudita como nas áreas da música popular e comercial, entre eles, Sivuca, Orquestra de Frevo do Maestro Duda, Orquestra Metalúrgica Filipéia, Big Band PB Jazz, Arthur Maia, Toninho Ferragutti, Chico César e Alceu Valença.

Participa também como professor de saxofone nos Painéis Funarte de Banda de Música desde 2007. Em 2010, participou como fagotista do Quinteto Latino Americano de Sopros, no projeto Sonora Brasil, promovido pelo Sesc, onde realizaram mais de 80 concertos em quase todos os estados da federação.

Foi membro fundador do grupo de saxofones JPSax, onde atuou até o ano de 2012, com o qual gravou três CDS. Lançou seu primeiro CD solo, “Costinha”, em 2005, no qual gravou obras de compositores paraibanos e de sua autoria. Foi professor efetivo de Fagote/Saxofone da Universidade Federal do Rio Grande do Norte de 2004 a 2008.

Atualmente é professor efetivo de Fagote/Saxofone da Universidade Federal da Paraíba. Em outubro de 2013, lançou o seu segundo disco solo intitulado “Duas Palhetas”.

O regente

Paraibano de João Pessoa, Luiz Carlos Durier é o regente titular da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba (OSJPB) há 22 anos. Em setembro de 2013 foi nomeado diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB).

Como regente convidado, conduziu a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, Orquestra Sinfônica do Estado de Sergipe, Orquestra Sinfônica da UFRN e Orquestra Criança Cidadã do Recife. Durier também regeu a Orquestra de Cordas da 29ª e 30ª Oficina de Música de Curitiba. No ano de 2012, o maestro recebeu a Comenda de Honra ao Mérito, pelo desempenho profissional frente à OSPB.

Entre suas atividades, conduziu a OSPB na gravação ao vivo do CD da cantora Marinês e sua Gente e do DVD Sivuca e os Músicos Paraibanos. Com a OSPB e a OSJPB, esteve à frente de concertos com artistas populares como Ângela Rô Rô, Arnaldo Antunes, Tico Santa Cruz e Renato Rocha (Detonautas), Flávio José, Genival Lacerda, Alcione, Toninho Ferragutti, Geraldo Azevedo, Dominguinhos e Zélia Duncan.

Por cinco anos consecutivos, Luiz Carlos Durier regeu a Orquestra Sinfônica da Paraíba e a Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba em grandes concertos comemorativos ao aniversário da cidade de João Pessoa junto a artistas brasileiros. No dia 5 de agosto de 2015, as orquestras paraibanas apresentaram concerto na inauguração do Teatro Pedra do Reino, no Centro de Convenções de João Pessoa, com a participação da cantora carioca Zélia Duncan.

No ano seguinte, a apresentação teve como destaque o cantor e compositor paraibano Zé Ramalho; em 2017, as atrações foram as cantoras paraibanas Cátia de França e Nathalia Bellar, e no ano passado, o também paraibano Chico César foi o destaque. No último dia 5 de agosto, o concerto em homenagem aos 434 anos de João Pessoa foi realizado na Praça do Povo do Espaço Cultural, seguido pelo show da banda Paralamas do Sucesso.

Serviço

6º Concerto Oficial da Temporada 2019 da Orquestra Sinfônica da Paraíba

Regente: Luiz Carlos Durier

Solista: Heleno Feitosa Costa Filho (Costinha)

Dia: 19/09/2019 (quinta-feira)

Hora: 20h30

Local: Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural, João Pessoa

Entrada gratuita

0Shares


Onde ir?
O que fazer?
Onde Ficar?